Blog Sertão Poeta, Anuncie!

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

FALANDO DO MEU NORDESTE

Eu adoro meu nordeste
Terra de imensa beleza
Terra de cabra da peste
Nossa cultura é uma grandeza
É quem produz o alimento
Que sustenta a classe burguesa.

No meu sertão tem quadrilha
Tem novena e forró
Quando é noite o céu brilha
Aqui nunca fico só
Mesmo a chuva sendo pouca
Não quero lugar melhor.

Tem pamonha e canjica
Milho assado e feijão
Nossa terra é muita rica
Tem fogueiras de São João
Podem me chamar de doido
Mas eu amo meu sertão.

Nossa gente é feliz
Esse lugar ninguém xinga
O nordeste é meu pais
Tudo que se planta vinga
Tem muita terra sem mata
Porém tem muita caatinga

O sertanejo quer a roça
De lá ele não se muda
A pela queimada,a mão grossa
Se tiver alguma ajuda
E Deus lhe dando saúde
Do resto ele mesmo cuida

Mulher e homem roceiros
Continuem sempre assim
Mostrando aos brasileiros
Sua bravura sem fim
Produzindo sem veneno
Porque não somos ruim.

10 de agosto de 2010.
(Autor:JOSUÉ MORENO) Naturalidade São José do Belmonte-PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário