Blog Sertão Poeta, Anuncie!

terça-feira, 7 de junho de 2011

Julieta

Brilho de Vênus, ilusões douradas
Alma que chora, que sorri e canta
Nécta formado pela sombra santa
Das brancas franjas das manhãs nevadas

Flor das flores que nas madrugadas
Os jardins da vida sua essência encanta
Celeste lírio, genuína planta
Serena bruma do País das Fadas

Em teu rosto, angelical criança
Existe algo de uma esperança
Que Deus envia lá do céu sorrindo

A criatura que te ouvir falar
O espírito pede para contemplar
A graça pura de teu rosto lindo


João Batista de Siqueira - Cancão

Nenhum comentário:

Postar um comentário