Blog Sertão Poeta, Anuncie!

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

MONIQUE D'ANGELO


"É que a noite tem sido a companhia
E me ver a penar constantemente
Sabe tudo que sinto e ainda sente
Tudo aquilo que em mim se fantasia,

Bebo goles amargos de poesia
Fumo os restos da minha solidão
E a fumaça me trás a ilusão
De um dia ser chuva ou calmaria

... Canto tanto, mas não espanto o pranto
Ao invés de espantar , o pranto canto
Já não sei existir sem me iludir

Pois amar, tá difícil, meu poeta
Quando acho um alguém que me completa
Já tem hora marcada pra partir."

_ Monique D'Angelo

Nenhum comentário:

Postar um comentário