Blog Sertão Poeta, Anuncie!

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

A saudade e meu segredo


Saudade é uma dor malvada.
Todo mundo um dia sente...

Mas a minha é diferente
Por ser saudade calada.
Vivo co'a minha entalada,
Sem dividir com ninguém.
Pois tenho medo que alguém
Não me entenda de verdade.
"É triste sentir saudade
Sem poder dizer de quem".

Quando a saudade entra em nós
E há como desabafar,
Só o fato de falar
A torna menos feroz.
Eu quero soltar a voz,
Penso, repenso, porém,
Do silêncio eu sou refém
E fico só na vontade.
"É triste sentir saudade
Sem poder dizer de quem".

A minha situação,
Das outras, é diferente.
E eu acho que muita gente
Não ia me dar razão.
Prefiro o segredo então,
Que é pr'eu não sofrer também
Co'o preconceito de alguém
Que julgue a dor que me invade.
"É triste sentir saudade
Sem poder dizer de quem".

Se o mundo não me entender?
Se a pessoa rir de mim?
São perguntas sempre assim
Que vivo sempre a fazer.
E assim levo o meu viver...
Mas "inda" mudo esse enrredo.
Passo por cima do medo.
Declaro os meus sentimentos,
Pr'eu matar dois sofrimentos
A Saudade e meu Segredo!!


Vinicios Gregório

Um comentário: