Blog Sertão Poeta, Anuncie!

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Se os meus olhos não virem mais teu rosto, A tristeza me leva à sepultura




Altas noites eu saio pelas ruas
Para mim estou te vendo em cada esquina
No silencio da busca vespertina
Para mim estou ouvindo as frases tuas
Os teus olhos emitem duas luas
Clarenado as paisagens da natura
Trazendo-me a lembrança viva e pura
De um dia eu viver ao teu encosto
Se os meus olhos não virem mais teu rosto
A tristeza me leva à sepultura

Se os meus olhos tiverem a pouca sorte
De não mais avistarem o teu semblante
O teu sorriso romantico delirante
O teu porte de atleta meigo e forte
Tenho plena certeza que a morte
Dar-me-á  por abrigo a cova escura
Mas minhalma ansiosa te procura
Até nu lugar que o sol é posto
Se os meus olhos não virem mais teu rosto
A tristeza me leva à sepultura

Neste lago de ondas cristalinas
Onde vamos seguindo sem parar
Eu tambem aprendi a velejar
O meu barco de dores e ruinas
No balanço incasável das andinas
Minha vista revoa se mistura
Se o naufrágio leva-me à lona pura
Morrerei afogada no desgosto
Se os meus olhos não virem mais teu rosto
A tristeza me leva à sepultura

Mais pensando que ainda  te assisto
Nos calores fraternos dos encontros
Já que a vida tem tantos desencontros
Eu espero na duvida não insisto
Asseguro-te que nunca tinha visto
Outros lábios pra ter tanta ternura
Se há parte do santo em criatura
O teu lindo semblante está composto
Se os meus olhos não virem mais teu rosto
A tristeza me leva à sepultura


Autora: Roseane lopes (Subrinha do Poeta Zé Catota)

Nenhum comentário:

Postar um comentário