Blog Sertão Poeta, Anuncie!

segunda-feira, 6 de julho de 2015

Papai Noel Tá Devendo, Meu Presente de Natal


Ele ainda não chegou
Ta vindo devagarinho
Acho que errou o caminho
Ou outra vez não lembrou
O natal que se passou
Ele agiu muito mal,
Não deixou nem sinal
Do presente estupendo
Papai Noel ta devendo
Meu presente de natal.


São trinta e quatro natais
Que ele não aparece
Acho que de mim esquece
Pois sou pequeno demais,
Só vejo pelos jornais
Ele um velhinho legal,
Mas esse belo ideal
Ficou longe estou dizendo
Papai Noel ta devendo
Meu presente de natal.

Cadê Noel o presente
Do filho do agricultor,
Do homem que é lavrador,
Que tem um filho inocente.
Pra o filho do penitente
Você trouxe algo legal?
Não iluda o ser mortal
A criança fica sofrendo
Papai Noel ta devendo
Meu presente de natal.

JOAO BOSCO DOS SANTOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário