Blog Sertão Poeta, Anuncie!

terça-feira, 30 de novembro de 2010

O crepúsculo do céu é tão bonito Que até Deus se debruça para olhar

(mote enviado por Josemar Rabelo)

Todo dia a santa natureza
Sem cobrar um centavo de couver
Mostra ao mundo que enquanto ela quiser
Dar seu show, sem ligar para despesa;
De manhã se reveste de beleza
Nasce o dia tão lindo e salutar
À tardinha, o sol pega a baixar
Se escondendo num ciclo infinito
O crepúsculo do céu é tão bonito
Que até Deus se debruça para olhar!

Uma tocha de fogo amarelada
Vai queimando as últimas labaredas
Os preás se escondem nas veredas
Nesse instante se cala a passarada;
Violeiro já canta em disparada
O cenário é propício para amar
Beija-flor se abriga no pomar
Morre o dia, a noite dar um grito
O crepúsculo do céu é tão bonito
Que até Deus se debruça para olhar!

Glosas: Léo Medeiros
Sobral, 08 de fevereiro de 2010.
Blog de Leo Medeiros

Nenhum comentário:

Postar um comentário