Blog Sertão Poeta, Anuncie!

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

“QUEM QUISER SABER MAIS DO NOSSO AMOR, SINTA O CHEIRO DA NOSSA POESIA”.

HÁ UM SURTO DE REALIZAÇÃO
ESPALHADO POR ONDAS, SEM SER BRISA
TODA VEZ QUE A SAUDADE POLINIZA
A FRAGRÂNCIA DA NOSSA INSPIRAÇÃO
HÁ SEGREDOS DO NOSSO CORAÇÃO
QUE SE LANÇAM DA NOITE PARA O DIA
PORQUE NOSSO JARDIM DE FANTASIA
BROTA VERSO E TRANSFORMA RIMA EM FLOR
“QUEM QUISER SABER MAIS DO NOSSO AMOR
SINTA O CHEIRO DA NOSSA POESIA”.

ZÉ ADALBERTO - 15.01.2012.
Enviado por Lucivania Bernardo – Itapetim-PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário