Blog Sertão Poeta, Anuncie!

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

VOLUNTÁRIOS DE CRISTO.

Martin King deixou diversos feitos
No início da década de setenta
Apagando uma história violenta
Implantando igualdade de direitos
Reprimiu a ação dos maus preceitos
Condenou o contraste social
Reuniu em seu grupo fraternal
Branco, negro, civil, cônscio e bisonho
Seu famoso discurso: “Eu tenho um Sonho”
Virou símbolo da paz universal.

Hoje, Madre Teresa ainda está
Entre aqueles que mais ela ajudou
Sua alma, pro Céu, Deus a levou
Mas deixou seu exemplo em Calcutá
Serva assídua e fiel a Jeová
Mesmo quando escreveu em linhas tortas
Com a chave da fé abriu as portas
Da vontade do Reino de Jesus
Sem ser mãe biológica deu a luz
A milhares de vidas quase mortas.

Gandhi foi, com certeza, um instrumento
Em defesa da Índia e do seu povo
Tinha sempre na alma um plano novo
Como líder de um grande movimento.
Fez da não-violência um mandamento
No combate às discórdias sociais
Viveu entre duas guerras mundiais
Mas seu grito, por paz, correu às ruas
Viu-se o Ganges levar as cinzas suas
Mas não pôde levar seus ideais.

Sem Dom Hélder, Recife e Fortaleza
São iguais ao sertão quando não chove
Ou à nuvem vazia que se move
Sem poder borrifar a natureza.
Defensor incansável da pobreza
Na missão da Igreja Progressista
Pra Jesus, ele foi uma conquista
Para o mundo, ele foi uma vitória
Quem quiser imitar a sua história
Pegue a sua “batina” honrosa e vista.

Zé Adalberto – “No Caroço do Juá”.
Enviado por Lucivania Bernardo – Itapetim-PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário