Blog Sertão Poeta, Anuncie!

sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

A SAUDADE e a DISTÂNCIA

A saudade não briga, mas provoca
A distância não corta, mas machuca
A saudade não fura, mas cutuca
A distância não mata, mas sufoca
A saudade é a música que mais toca
Na vitrola do nosso pensamento
A distância é parede sem cimento
Mas não cai com trovão nem ventania
“A distância não mata, só judia
A saudade provoca o sofrimento”.

Zé Adalberto
Enviado por Lucivania Bernardo – Itapetim - PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário