Blog Sertão Poeta, Anuncie!

sexta-feira, 11 de novembro de 2011

Pagina branca - Soneto

Meu coração se apressa em te lembrar
No raro encanto que teu olhar encerra
O calor do teu afago a me queimar
Restringindo a tortura dessa espera

Deusa de tuas noites, apenas quero
Enlanguescer perdida em teu abraço
Aspirar todo encanto, que com esmo
Ofereces no aconchego do teu regaço

Vem, leva o inverno que em mim mora
Quando da tua ausência, farta me vejo
Traz teu olhar, que meus sentidos aflora
Entontece-me com fúria do teu desejo

Toma meu sonho nos lençóis de cetim
Sou tua página branca, rabisca em mim

Gloria salles

Nenhum comentário:

Postar um comentário