Blog Sertão Poeta, Anuncie!

terça-feira, 22 de novembro de 2011

SONETO DA PAIXÃO

Começa com um olhar e um sentimento
Que depois vira amor a qualquer hora
Mais bela que uma flor a mulher chora
Não da mais pra controlar pressentimento

O homem lembra logo num momento
Aquela mulher da rua onde ele mora
Que quer que seja a sua linda flora
E ensiste a lhe procurar no pensamento

Por ela ele da a sua vida
Por ele ela derrama o seu pranto
E ele canta pra ela um lindo canto

Nesta estrada que estava sem saída
Procurando encontrar sua querida
Que nunca a viu com tanto encanto
****

Tonny Vaqueiro (Maciano Oliveira) Lagoa de Outra Banda São José do Egito

Nenhum comentário:

Postar um comentário